28.3.11

De bem com o corpo

Olá meninas, tudo bem? Espero que sim, bom, hoje vou falar de um assunto não só essencial para a estética, mas também para a nossa saúde, que é a alimentação. Confesso que vivo em contradição com a balança, mas nunca, em toda minha vida, estive satisfeita com meu corpo. Fiz dietas loucas, tentei uma reeducação alimentar, fiz 3 anos de academia, fiquei mais 2 anos no sedentarismo. Bom isso? Not, é péssimo, efeito sanfona pega e não alivia.Depois dessas reviravoltas todas, comecei a trabalhar e fazer faculdade, e sem tempo nem pra praticar algum exercício, nem pra me alimentar direito, essa semana percebi que finalmente estou mais magra, ou menos gorda, enfim...Bom, explico o porque de eu ter emagrecido sem perceber também, minha mãe está numa dieta pesada com nutricionista e na academia, então de uma forma involuntária, toda a casa (tá, somos só eu e ela), acaba entrando na dieta junto, e como eu disse, sem tempo nem pra me coçar, eu como o que tem, e o que tem? muita fruta, iogurte com granola, linhaça,  biscoito integral e afins. Depois de eu encarar a balança e perceber o milagre de pela primeira vez ter emagrecido sem sacrifícios, decidi me motivar a realmente tentar uma alimentação mais saudável (eu iria começar a academia semana passada, mas só em pensar em acordar as 6 da manhã pra praticar exercícios, foi o suficiente pra eu não voltar a pensar no assunto), então, procurando por dicas e formas de como continuar nesse processo de emagrecer sem se sacrificar, encontei uma matéria bem interessante e motivadora no site da revista Boa Forma, então, vou mostrar abaixo para vocês!

3 regras simples para emagrecer




1. Corte 50% do doce

A maioria de nós não resiste aos encantos açucarados e se rende principalmente ao chocolate quase todos os dias — e em doses exageradas. Ops, hora de mudar. “Quem quer conquistar um corpo cheio de curvas tem de reduzir a cota de guloseimas pelo menos pela metade”, diz o endocrinologista Alfredo Halpern. Se o açúcar representa o paraíso na terra cada vez que passa pela nossa boca, o doce também é cruel e impiedoso com a nossa silhueta. Então, por que permitir 50%? “Estudos comprovam que, quando se restringe demais o cardápio, cortando radicalmente os ingredientes mais amados, o risco de um ataque à geladeira aumenta potencialmente”, diz a nutricionista Ana Herb. Para as formiguinhas de plantão, há duas maneiras de manter o projeto musa. Se a necessidade de degustar um docinho for diária, tudo bem. Mas a dose terá de ser pequenina. Vale comer todo dia, por exemplo, um bombom Alpino ou Sonho de Valsa, uma banana passa com chocolate, dois cookies de chocolate, dois biscoitos recheados, dois brigadeiros pequenos (tamanho de festa), uma minibarrinha (15 gramas) de chocolate, daquelas que vêm em caixa com miniaturas da Lacta ou da Nestlé, ou dois Bis. Outra opção, mais recomendada: o regalo fica liberado só uma vez por semana e, nesse caso, a dose aumenta: uma taça com duas bolas de sorvete diet com cobertura diet, uma fatia de bolo ou de torta de frutas, um quadrado de brownie, uma fatia de pudim de leite, uma taça de musse ou uma barra de 50 gramas (tipo Suflair) de chocolate. Mas atenção: não misture dois doces em um só, como a tradicional dupla torta ou bolo com sorvete. E procure optar por doces que levem fruta, como musse de maracujá, torta de maçã, bolo de laranja, em vez daqueles que são chocolate puro. Assim, você reduz o teor de gordura da sobremesa e minimiza as calorias. E por último: quando for impossível resistir ao doce que mais ama, divida com uma amiga. Assim, as duas saboreiam a delícia sem sair da linha. 


2. Diga sim ao carboidrato camarada


Descarte de uma vez por todas aquela velha estratégia de cortar pão, massa e arroz para tentar um emagrecimento a jato. Várias pesquisas já provaram que reduzir drasticamente a cota de carboidrato do menu pode provocar queda no rendimento intelectual, cansaço e até mesmo depressão. “E quem adota regimes radicais está fadado a engordar tudo de novo”, diz o endocrinologista Walmir Coutinho. Mas como mantê-los no cardápio e perder peso? Você precisa saber escolher o carboidrato do bem. O refinado (presente no pão branco, nos biscoitos e no arroz branco) e o simples (como açúcar e mel) são campeões em aumentar sua fome. Ao serem ingeridos, o organismo libera rapidamente altas doses de insulina para manter o índice de glicose no sangue sob controle. E esse processo manda o apetite para as alturas. Além disso, alimentos como esses — que liberam altos índices de açúcar no sangue — são um dos principais responsáveis pelo diabetes tipo 2, que pode ser evitado adotando hábitos alimentares saudáveis. “Para despistar a fome, nutrir seu organismo e se deliciar com as refeições, adote os integrais”, diz Cleide Guimarães, do Vigilantes. Troque o arroz branco pelo integral, adote pão integral, de centeio, aveia ou de fibras e deixe de lado o pão francês ou o pão de fôrma tradicional. Opte por cereal matinal integral tipo Nesfit ou All Bran ou até mesmo aveia no lugar do tradicional Sucrilhos — altamente refinado e rico em açúcar. Se a pedida for macarrão, você encontra a versão integral em vários supermercados e lojas de produtos naturais. Quando quiser se deliciar com uma torta ou uma pizza e não tiver a chance de escolher as integrais, escolha um recheio de verdura ou legume, como brócolis, escarola e rúcula. Combinados com os carboidratos, eles ajudam a domar a sua fome.


3. Eleja seu Mc Dia Feliz

Hambúrguer, batata frita, sundae, milkshake... Qual de nós não vai à loucura por causa dessas guloseimas tentadoras? Mas o fim da história todas sabemos: arrependimento e ponteiro da balança em alta. As maravilhas do mundo da lanchonete se revelam entre os piores inimigos da dieta por ser carregadas de muita gordura — e conseqüentemente lotadas de calorias. Por isso, ou você passa a limitar a junk food no seu menu ou então vai estar fadada a viver reclamando das curvas. Mas o melhor vem agora: dá para fazer um acordo de paz com a balança sem ter que abandonar essas veneradas guloseimas. Ainda bem, porque a gente já está cansada de saber que isso é quase impossível. Tem dias que nada no mundo pode aplacar a gula a não ser um sanduíche caprichado ou um sundae daqueles. Por isso, pode incluí-los no cardápio, mas com sabedoria. “Um dos segredos é selecionar as combinações”, diz a empresária Lucília Diniz. Quando estiver na lanchonete, por exemplo, evite um menu explosivo. Se quiser um sanduíche mais reforçado, tipo Big Mac, dispense a batata frita e sobremesa. Quando quiser mais acompanhamentos, fique então com um lanchinho mais leve — por exemplo, um hambúrguer simples, uma batata pequena e um sorvete de casquinha. Se a vontade for detonar um sundae ou milkshake, permita só um sanduíche ou batata frita — e em doses pequenas. Nesse caso, o ideal é dividir o regalo salgado com uma amiga para saborear o doce sem peso na consciência. Quem adotar esse tipo de estratégia pode incluir um fast food no cardápio a cada 20 dias. Mas, se um dia sua vontade de devorar um lanche completo chegar às alturas, ok, vá em frente. Com duas condições. Primeira: maneirar no garfo nas outras refeições do dia, elegendo apenas pratos ultraleves. Segundo: esse tipo de farra gastronômica na lanchonete não pode virar rotina — sua cota é, no máximo, uma vez por mês.


Pin It

9 comentários:

  1. Adoreii as dicas
    realmente é uma luta para ficar em dia com a balança!
    beijos
    Anna
    http://anninhaguerra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ótima dica!

    Bjos
    http://criandoasuamoda.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu ja tive alguns problemas com a balança,e é até engraçado! Porque sempre fui magra e sempre quia engordar,e qndo eu tinha uns 15 anos engordei de mais,fiquei com 65 kilos (tenho 1.74 de altura),voltei a emagrecer e parei nos 52 kilos! Ou seja muito magra para a minha altura! Fiz uma reeducação alimentar e hoje estou com 58 kilos ,e ja fazem 2 anos que meu peso é o mesmo! O importante,é nos gostarmos como a gente é,e fazer sempre o possivel para manter uma alimentação saudavel...

    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Lindo seu blog! Tenha uma ótima semana!

    O meu blog está com um novo layout, me conta o que vc achou!

    Beijos Gabi Falci

    http://blog.beautyinfocus.com.br

    ResponderExcluir
  5. VejaBlog
    Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
    http://www.vejablog.com.br

    Parabéns pelo seu Blog!!!
    [Beleza em Foco]

    Você está fazendo parte da maior e melhor
    seleção de Blogs/Sites do País!!!
    - Só Sites e Blogs Premiados -
    Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
    os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

    O seu link encontra-se no item: Blog

    http://www.vejablog.com.br/blog

    - Os links encontram-se rigorosamente
    em ordem alfabética -

    Pegue nosso selo em:
    http://www.vejablog.com.br/selo


    Um forte abraço,
    Dário Dutra

    http://www.vejablog.com.br
    ....................................................................

    ResponderExcluir
  6. Hahaha... morri de rir aqui com o seu post.
    Agora que acabaram as férias da facul, eu e uma amiga combinamos de irmos ao MC somente duas vezes no mês, e está dando certo =)

    Beeeijo!

    http://gabisoaress.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Pior que é verdade...ninguém está satisfeita com seu peso...minha luta é ao contrário...eu perco peso com muita facilidade e tenho muuita dificuldade em ganhar ¬¬
    pra piorar minha situação aqui em casa tá todo mundo de regime...menos eu...logo eu acabo tendo que seguir também...
    beijinhos!!
    Café com Rebu
    www.rebucomcafe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. bem nessa alice, eu tb perco peso muuuuito facil, sofro mt com isso

    ResponderExcluir
  9. Obrigada pelos coments meninas! Bom, não deixei uma coisa bem clara, eu tenho 1,66 de altura e peso 62 kg, mas já tive épocas de pesar 54 kg e épocas de pesar 65...Minha melhor aparência fica quando estou com 58 kg, que tudo fica bem distribuidinho, e é essa minha meta, estacionar nos 58 pelo resto da vida...Mas nem tudo são só flowers né garotas! Beijão amadas!

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem vindos!