14.7.14

RESENHA: Diário de Bridget Jones

Autor: Helen Fielding
Editora: Record 
Número de Páginas: 319

Bridget Jones é uma mulher de 30 anos que trabalha em uma editora pequena que é perdidamente apaixonada pelo seu chefe, Daniel Cleaver. Bridget tem um problema: é solteirona. Além de ganhar e perder peso e ainda não concluir o que sempre promete a si mesma, o seu maior e mais dramático problema é ser solteira. Durante todo o seu diário pessoal, a sua principal preocupação é arrumar um namorado. No entanto isso não acontece e sua mãe e os seus tios anseiam que ela arrume logo alguém. Desta forma, a pressão aumenta e em uma festa de final de ano eles armaram para que Jones fosse apresentada a Mark Darcy. Tudo deu errado. Bridget e Mark não se entenderam. E nesse meio tempo Daniel começou a dar a entender que estava gostando da nossa protagonista tola. Oh, quanta bobagem Bridget Jones! Então depois de algumas saídas e de um lenga lenga os dois assumem um namoro. Que foi um total desastre por que Jones sonhava com passeios ao lado do seu amor só que ..... Daniel Cleaver não era o seu verdadeiro amor. Foi então que  Mark ressurge na história mostrando a B que não podemos dar valor as primeiras impressões. Já pode imaginar o que acontece depois? 
Pin It

Um comentário:

  1. Oi,
    Assisti o filme primeiro e adorei, depois li o livro e gostei ainda mais. Super me identifico com a Bridget :)

    www.larydilua.com

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem vindos!