12.2.15

50 Tons de Cinza - E.L. James

 Quando a estudante de literatura Anastasia Steele entrevista o jovem bilionário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que o deseja e que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir a beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Christian admite que também a deseja - mas em seus próprios termos. Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família - ele é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Ao embarcar num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre os próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.

Em maio de 2009, em um jantar e filme com amigos fui apresentada a um filme meio verde, com atores quase desconhecidos e que num todo era horrível. A história contada ali me impressionou tanto (mesmo que a premissa não tenha ocorrido com o filme) que quando cheguei em casa fui pesquisar e descobri se tratar de adaptações de livros homônimos chamados a Saga Crepúsculo, naquela mesma semana comprei os três primeiros livros lançados no Brasil e os li, em questão de dias me tornei viciada em crepúsculo, enlouquecida com a história (caso de amor para ser contado em uma resenha própria para eles).

Você deve estar se perguntando o que estou fazendo aqui falando sobre vampiros que brilham em uma resenha de um livro sobre BSDM? O que muitas pessoas ainda não sabem é que 50 tons de Cinza na realidade era  MOTU - Master Of the Universe - nada mais nada menos que uma fanfic de crepúsculo. Para resumir o que seria uma fanfic, elas são contos ou romances super longos como este que temos aqui, onde cria-se histórias independentes do enredo oficial dos animes, séries, mangás, livros, filmes e gibis. Erika era uma dona de casa que se juntou a milhares de outras pessoas ao fanfction.net, e ali sob o pseudônimo de Snowqueeens Icedragon postava semanalmente sua obra prima (não minhas palavras) dividida em 116 capítulos, a fic obteve tantos leitores que a Erika acabou tornando seu passatempo em um livro,  retirando do ar e o "reescrevendo", mudando os nomes, fisionomias e cidades narradas na história original, publicando assim o fenômeno mundial que temos agora.
Particularmente não sou fã da história, mesmo tendo a original salva em PDF tanto a versão em inglês quanto a traduzida e os livros impressos na minha estante, a escrita da Erika é pobre e na maioria dos capítulos chegava a me dar abuso de tão repetitiva que as cenas eram, mas o enredo foi bem trabalhado assim vejo de onde surgiu o fascínio pela história.

Ana era uma mulher doce, inocente e super enrolada (tanto que muitas vezes tive vontade de entrar no livro e dar uns tapas nela) que vai entrevistar o Christian no lugar da amiga que está doente e acaba despertando o interesso dele, que por sua vez é o príncipe encantado que muitas desejam, rico, inteligente, educado e lindo. Quando ele demonstra o interesse em ter uma relação com ela, o que  não foi a pedindo em namoro ou a levando em um encontro não, o cara entrega logo um contrato, narrando suas preferencias sexuais, onde ela se estiver de acordo em se envolver irá assinar e passar assim a ser sua Submissa. Erika fez um belo trabalho em nos explicar aqui o que seria o BSDM, (pergunte ao tio Google) e como ocorrem as relações neste universo tão estranho a nós. E não é que, mesmo inocente, a Ana aceita a proposta e se submete ao Christian em todas as formas no relacionamento mais problemático ao qual já li nos últimos tempos?! Ela quer ser independente e ele é super controlador, ela quer amor e ele não faz amor, o que sairia disso? Sai ela testando ele, o instigando e o fazendo se apaixonar com a ajuda da sua deusa interior, porém ele tem muitos problemas não resolvidos que não o deixam se abrir pra essa relação, sejam eles com sua mãe biológica, a família adotiva ou a mulher que o apresentou a este estilo de vida. É nesta premissa que se passa o livro, Ana sendo impertinente, tentando conciliar o fim dos estudos, procurar por uma carreira e ter um relacionamento com Christian e ele administrando seu império, tentando descobrir seus sentimentos e aprendendo a amar, enquanto encenam cenas e "brincam" no fadado quarto vermelho.


A versão original foi dividida em três livros, 50 Tons de Cinza, 50 Tons Mais escuros e 50 Tons de Liberdade, o primeiro você já deve saber que virou filme e tem sua estréia mundial hoje e o segundo já foi adquirido e começará a ser filmado em agosto deste ano.





Estou ansiosa para assistir ao filme por ter acompanhado a história desde o começo, e saber que uma fanfic que era o hobby de alguém nas horas vagas foi publicado e virou filme, é indescritível.              


p.s: A trilha sonora do filme está maravilhosa, caso o filme seja um desperdício do meu tempo domingo (o que duvido que ocorre, por que olhe pro Jamie né?!), pelo menos a trilha irá salvar a tarde. ;)

p.p.s: Vale ressaltar que o livro é de Conteúdo Adulto, mesmo que o filme tenha recebido classificação para 16 anos.


                                                                                   Até a próxima!
                                                                                          Rê Mota



Pin It

4 comentários:

  1. Que legal seu post...li os três livros e nem imagina como tinha surgido essa história. Ansiosa para ver o filme!!!
    www.deolhonaju.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, muitas pessoas não sabem mesmo, meu amor por crepúsculo que me fez ir atrás das fic's quando terminei os livros, saiba que tem muitas outras de 50 tons ai pela internet também caso se interesse em procurar ;) Beijos

      Excluir
  2. Eu lembro de um PDF.... hehehe... Amanhã vou assitir o filme e não cou te contar! 😜😘😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Visse que em 2009 já dei a dica do pdf kkkkkk Assisti hoje e tinha tudo aquilo que falasse e mais um pouco hehe! Beijos

      Excluir

Comentários são sempre bem vindos!