1.2.15

Como eu era antes de Você - Jojo Moyes

Lou Clark sabe uma porção de coisas. Ela sabe quantos passos separam sua casa do ponto de ônibus. Sabe que adora trabalhar como atendente em um café e sabe que provavelmente não ama seu namorado, Patrick. O que Lou não sabe é que está prestes a perder o emprego, e que isso a obrigará a repensar toda a sua vida. Will Traynor, por sua vez, sabe que o acidente com a motocicleta tirou dele a vontade de viver. Ele sabe que o mundo agora parece pequeno e sem graça, e sabe exatamente como vai dar um fim a tudo isso. O que Will não sabe é que a chegada da Lou vai trazer de volta a cor à sua vida. E nenhum deles desconfia de que esse encontro irá mudar para sempre a história dos dois.

Lá estava eu escolhendo livros novos a alguns anos atrás, quando me deparo com esta capa fofa e penso, por quê não?! Não existe adjetivo para descrevê-lo corretamente. Você já ouviu alguém dizer que já leu algo que mudou a sua vida? Então, esse é o livro!
 Ele me fez sentir tantos sentimentos e ter tantos pensamentos que não existe um dia sequer que algo não me recorde dele.
Como era a Lou antes de você? Uma mulher de 26 anos que vivia com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha para ajudar com as despesas e vive um relacionamento morno com o Patrick.
Como era o Will antes de você? Um advogado de 35 anos que amava esportes radicais, a vida na cidade grande, tinha uma namorada, uma irmã e pais com problemas matrimoniais.
Como eu era antes de descobrir esse livro? Não tenho nem idéia de como eu via a vida antes de conhecê-los, aprendi muito com eles e me apaixonei pelo Will junto com a Lou!

A Lou é aquela pessoa que está acomodada com a vida, alguns acontecimentos do passado a seguram de se arriscar e viver fora da bolha na qual ela se sente segura, trabalha no café, ajuda em casa, abdica de um pouco de conforto para que a irmã e o sobrinho o desfrutem, acredita que essa mesma irmã é a inteligente da família o que para ela está bom, assim não tem que ir atrás de um futuro diferente daquele ao qual ela pensa ser o seu, casar-se com o Patrick, continuar trabalhando e vivendo em sua cidade natal. Porém quando o café a dispensa, ela se vê obrigada a procurar por um novo emprego, os quais são esparsos e nada que ela pense poder executar além da vaga de cuidadora, e é neste momento que voltamos ao Will, que ficou sem aparecer desde que você leu as primeiras páginas e terminou com aquele - "Então não há nada."
Will depois de ser atropelado por uma moto fica tetraplégico, vai morar com os pais e passa a viver dependendo sempre de enfermeiros e cuidados diários para tudo, o que para ele é pior do que ter morrido. Pode-se dizer que as primeiras interações deles não são nem de perto algo que você poderia pensar - amor à primeira vista, - o Will não se conforma pelo que ocorreu, tornando-se ranzinza (super compreendo ele).



Mesmo contra todas as probabilidades a Lou conseguiu transpor as barreiras que ele criou, forjando assim uma amizade pela qual você passará o livro todo suspirando, com relatos dos passeios, das recaídas do Will e da luta pela vida contadas a partir do calendário da Lou. Um calendário nunca mais foi somente um calendário pra mim.




Já indiquei este livro pra tantas pessoas, que quando elas me mandam mensagens no meio da noite me chamando de vários nomes, sei que valeu a pena, pois dentre tantos livros que já li e dos quais ainda lerei penso - este é aquele que todo mundo deveria ler em algum momento da vida.
Definitivamente a melhor leitura da minha!!




Eu chorei. Chorei tanto que pensei que ficaria desidratada. Chorei pelo Will, pela Lou, pela Camila e por mim. Depois li que o pai da Jojo é tetraplégico e chorei mais um pouco. No meio de tanto choro, descobri uma história sobre amor, aprendizado e perda.



Os direitos do livro foram adquiridos pela MGM, a Jojo já havia feito um roteiro adaptado e em colaboração com os roteiristas de de A Culpa é das estrelas, em 21 de agosto deste ano levaremos nosso estoque de kleenex para os cinemas.


                                                                                       Até a próxima
                                                                                                 Rê Mota


p.s: Fiz a resenha ouvindo The Words da Christina Perri no repet :)
Pin It

Um comentário:

  1. Ja li é realmente incrível muito legal seu canal e seu blog da uma conferida no meu belablogue.blogspot.com.br
    bj

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem vindos!